RECEBA O CONTEÚDO DO BLOG NO SEU E-MAIL!

Entenda o que são Modelos de Negócios de forma rápida e simples

Design Thinking | Publicado por Time MJV on 13/jan/2017 13:18:50

 

Resultado de imagem para business model

O termo "modelo de negócios" pode gerar algum nervosismo no mundo corporativo. Isso porque pode parecer mais complexo do que realmente é. Neste post, vamos tentar explicar de forma bem simples e rápida o que são modelos de negócios e por que são importantes.

Primeiro, modelo de negócio pode ser definido como uma estrutura conceitual que prova a viabilidade financeira de um negócio, incluindo o seu propósito, objetivos e seus planos presentes para alcançá-los. Fácil, certo? Agora vamos aprofundar um pouco. 

Segundo o especialista em Administração Peter Ducker, um bom modelo de negócio responde às seguintes perguntas:

  • quem é o seu cliente?;
  • o que ele valoriza?;
  • como você entrega valor a um custo apropriado?
PARA ENTENDER MELHOR - Michael Lewis, autor e jornalista financeiro, resume esse conceito de uma forma simples e direta: é como você planeja ganhar dinheiro.

Aqui é importante notar que planos de negócios e modelos de negócios têm abordagens diferentes quanto à visão sobre o cliente. Planos de negócios são estáticos, enquanto modelos de negócios são dinâmicos e tendem a focar mais no valor que será entregue ao cliente.

Steve Blank, um celebrado empreendedor do Vale do Silício, afirma que além do processo de desenvolvimento de produtos/serviços tradicional, é importante também dominar o processo de conquista e desenvolvimento de clientes - desde a sua descoberta, até sua validação e aquisição. Além disso, é necessário que problema e solução sejam conhecidos para definir quem é esse consumidor ou usuário.

Por onde começar?

Graças ao consultor e teórico Alexander Osterwalder, a tarefa de se estruturar um modelo para o seu negócio é simples. O Business Model Canvas ou Quadro de Modelo de Negócio criado por ele propõe uma forma para obter entendimento sistemático do negócio, além de um novo desenho para inovar ou promover melhorias em modelos atuais.

business-model-canvas-strategyzer-alex-osterwalder.pngFonte: Strategyzer.com

É uma forma de oxigenar e clarear a visão, a fim de rever qual é a sua proposta de valor, quem são seus clientes (público-alvo) e parceiros, suas fontes de receita, seus canais de distribuição, entre outros aspectos.

O Business Model Canvas é composto de nove blocos que formam o mapa visual do negócio (adaptado de artigo da Wikipedia):

Infraestrutura (“Como?”)

  • Atividades-chave: as atividades mais importantes para executar a proposição de valor da empresa.
  • Recursos-chave: os recursos que são necessários para criar valor para o cliente. São considerados ativos da empresa e são necessários para manter e dar suporte ao negócio. Esses recursos podem ser humanos, financeiros, físicos ou intelectuais.
  • Rede de parceiros: as alianças de negócios que complementam os outros aspectos do modelo de negócio.

    Oferta (“O quê?”)

  • Proposição de Valor: os produtos e serviços oferecidos pelo negócio. 

    Clientes ("Para quem?")

  • Segmentos de clientes: o público-alvo para os produtos e serviços de uma empresa.
  • Canais: o meio pelo qual uma empresa fornece produtos e serviços aos clientes. Isso inclui a estratégia de marketing e de distribuição de uma empresa.
  • Relacionamento com o Cliente: a empresa estabelece ligações entre si e os seus diferentes segmentos de clientes. O processo de gestão de relacionamento com o cliente é chamado de customer relationship management (CRM).

    Finanças ("Quanto?")

  • Estrutura de custos: As consequências monetárias dos meios utilizados no modelo de negócios.
  • Fluxos de receita: A forma como a empresa ganha dinheiro através de uma variedade de fluxos de receitas. Rendimentos de uma empresa.

DICA: Existem vários tipos de canvas, adaptados para os mais diversos fins. Clique aqui e acesse um exemplo de canvas adaptado para a Transformação Digital.

Por que você deve estar sempre atento ao seu modelo de negócio?

É importante frisar que modelos de negócios devem ser vistos como adaptáveis. Usando o modelo de negócios, as empresas podem enxergar quais aspectos devem ser mantidos, modificados ou melhorados, a fim de fornecer mais valor aos seus clientes. Além disso, pode-se verificar quais recursos devem ser melhor aproveitados, e que outros meios podem ser usados para aproximar-se dos consumidores.
 
Por outro lado, elas também podem optar por transformar todo o seu modelo de negócio, modificando sua proposta de valor e repensando seu atendimento. Isso pode ocorrer devido a mudanças de contextos - por exemplo no comportamento dos consumidores ou nos novos paradigmas da economia (cada vez mais focada no digital e nas conexões).

A inovação de um modelo de negócio pode ser algo muito positivo, principalmente porque, em sua forma mais simples, não exige a implementação de novas tecnologias. É possível entregar produtos ou serviços usando tecnologias existentes para mercados existentes. Muitas vezes, essas mudanças podem ser invisíveis ao mundo exterior; entretanto, elas podem ampliar a competitividade e trazer vantagens difíceis de copiar pela concorrência.

Modelos de negócio bem planejados são uma importante ferramenta para a estruturação e análise de uma proposta de valor, podendo funcionar ao mesmo tempo como uma fotografia dos princípios que a regem e uma bússola.

Ficou interessado em entender melhor o modelo de negócio da sua empresa, produto ou serviço? O whitepaper Inovação em Modelos de Negócios pode te ajudar a dar os primeiros passos (clique aqui para acessar).

Categorias: Design Thinking

whitepaper-inovacao-em-modelos-de-negocios-cta-blog-mjv

Deixe seu comentário

Receba o conteúdo do blog no seu e-mail!