RECEBA O CONTEÚDO DO BLOG NO SEU E-MAIL!

Conhecendo os usuários com o método de Personas

Design Thinking | Publicado por Time MJV on 17/dez/2014 10:22:00

 

SQUARE_Personas_11A velha mentalidade de atender da mesma forma aos diversos tipos de consumidores está definitivamente ultrapassada. Assim, as ferramentas que auxiliam na criação de novos produtos e serviços também devem buscar abordar as diferentes características dos usuários. É aí que mora a importância de métodos como o de Personas.

O livro Design Thinking - Inovação em Negócios (MJV Press, 2012) define Personas como “personagens ficcionais”, criados a partir da análise de comportamentos observados entre pessoas com perfis extremos. Elas servem para ilustrar e representar as motivações, desejos, expectativas e necessidades do público.

Alan Cooper, designer de softwares, programador e autor do livro About Face: The Essencials of Interaction Design apresenta uma definição complementar. De acordo com ele, Personas são “o resultado final de ir a campo e pesquisar usuários e padrões que indicam seu desejo final”. O arquétipo criado é incluído em diversos cenários que buscam satisfazer suas necessidades e podem ajudar a enxergar se um determinado projeto está seguindo o caminho certo.

Um pouco de história

Em meados da década de 1970, Cooper teve uma grande sacada. Em vez de desenvolver programas que simplesmente cumpriam suas funções e diziam o que as pessoas deviam fazer, ele percebeu que precisava responder às perguntas “o que elas desejavam alcançar? e “onde elas queriam ir?”

“Eu comecei a ver isso em termos das suas metas e motivações, desconstruindo o problema para entendê-lo e desenhar o software que solucionaria isso. Então, não era olhar para o que as pessoas fazem, mas para o porquê de elas fazerem,” explicou ele em uma entrevista.

Para que servem as Personas?

As Personas, assim, são úteis ao processo de Design Thinking pois ajudam a manter o foco nos usuários e auxiliam no processo de tomada de decisão. A técnica pode ser aplicada em diversas fases de um projeto, dando suporte na criação de soluções inovadoras. Entre as utilidades estão o alinhamento de informações dos usuários e a geração e validação de ideias.

Leia mais: As 3 fases do Design Thinking: Ideação

No próximo post vamos falar sobre como usar a técnica de criação de Personas.

E você, já usou? Conte para nós a sua experiência.

Ilustração: Persona-illustration/Shanshan Zhou - Behance

Categorias: Design Thinking

Design Thinking - Inovação em Negócios

Deixe seu comentário

Receba o conteúdo do blog no seu e-mail!

Posts recentes