RECEBA O CONTEÚDO DO BLOG NO SEU E-MAIL!

Gamificação: 4 respostas que você precisa saber

Gamificação | Publicado por Time MJV on 2/abr/2014 10:10:01

Utilizando a gamificação - MJV

1) O que é gamificação?

A gamificação (do original em inglês gamification) corresponde ao uso de mecanismos de jogos com o objetivo de resolver problemas práticos ou de despertar engajamento entre um público específico. Com frequência cada vez maior, esse conjunto de técnicas tem sido aplicado por empresas e entidades de diversos segmentos como alternativas às abordagens tradicionais, sobretudo no que se refere a encorajar pessoas a adotarem determinados comportamentos, a familiarizarem-se com novas tecnologias, a agilizar seus processos de aprendizado ou de treinamento e a tornar mais agradáveis tarefas consideradas tediosas ou repetitivas.

Em um relatório publicado em meados de 2012, o Gartner Group apontou que, até 2015, cerca de 50% de todo o processo de inovação global será gamificado. Em 2016, ainda de acordo com o estudo, o mercado da gamificação corresponderá a aproximadamente U$ 2.8 bilhões.

2) De que forma a gamificação pode ser utilizada por empresas?

Qualquer um que vivencie o dia a dia de uma empresa provavelmente perceberá que muitos são os indícios que apontam a urgência em repensar os modelos atuais de produção, com o objetivo de motivar e fidelizar funcionários assoberbados por tantas distrações; potencializar a colaboração; agilizar processos datados, incompatíveis com a velocidade dos acontecimentos; ou mesmo promover a troca de informações de maneira objetiva, transparente e sem ruídos.

Frente ao contexto apresentado, a gamificação surge como um conjunto de mecanismos e ferramentas capaz de não só apresentar alternativas tangíveis para lidar com os temas citados como, de certo modo, sugerir um novo modo de enxergar as relações de trabalho. Atualmente, diversas grandes empresas já utilizam as mecânicas de jogos como estratégia para gerar engajamento entre­ clientes, sobretudo devido à percepção de que esse conjunto de métodos já se demonstrou efetivo como ferramenta para impactar mercados, impulsionar vendas, trazer mais assertividade no recrutamento e auxiliar a desenvolver produtos e serviços.

Assista ao vídeo Como funciona a gamificação nas empresas?, apresentado por nosso expert Bruno Medina.

 

3) Por que é importante que as empresas considerem a gamificação em seus processos estratégicos?

Tendo em vista que, a cada dia, as companhias possuem em seus quadros mais e mais profissionais pertencentes à Geração Y, parece claro que, cedo ou tarde, haverá a necessidade de adequar – ou ao menos considerar – a gamificação na concepção de processos corporativos. Frente ao contexto sugerido, a iniciativa de permitir que mecânicas de jogos permeiem as relações profissionais tem se revelado uma eficiente maneira de gerar engajamento, estimular a cooperação e amenizar possíveis desconfortos no ambiente de trabalho.

4) Qual é a relação entre gamificação e geração Y?

As experiências de sucesso decorrentes da utilização da gamificação para resolver problemas diversos só reforçam a impressão de que participar de jogos e competições é uma atividade intrínseca ao comportamento humano. Num jogo, quando as regras e as metas a serem atingidas são perfeitamente claras, o resultado quase sempre observado é o de jogadores engajados a buscar soluções inovadoras para os desafios que têm pela frente e mais seguros quanto à maneira de cumpri-los. Ao que tudo indica, nós jogamos não porque desejamos, mas sim porque precisamos. E quem discorda que este mesmo comportamento, se replicado para o âmbito corporativo, tem a capacidade de revolucionar a maneira como pensamos e exercemos nossas atividades profissionais?

call to action_gamificaçao (1)

Categorias: Gamificação

Deixe seu comentário

Receba o conteúdo do blog no seu e-mail!

Posts recentes