RECEBA O CONTEÚDO DO BLOG NO SEU E-MAIL!

O que mais chamou a atenção dos nossos leitores em 2016

Design Thinking | Publicado por Time MJV on 9/jan/2017 14:40:45

2016 foi um ano atribulado, mas igualmente interessante para a tecnologia e os negócios. Avanços consideráveis no campo da Inteligência Artificial e Data Science, com automóveis autônomos, por exemplo, abriram novas possibilidades. A Inovação continuou tendo a sua importância cimentada pelo mercado. Os nossos 3 e-books de maior circulação ilustram essas tendências.

Business Intelligence + Design Thinking: Uma Nova Abordagem

e-book-bi-dt-uma-nova-abordagem.pngO termo Business Intelligence foi criado em 1865 por Richard Millar Devens, para descrever como o bancário Sir Henry Firnese lucrou ao obter informações a respeito de cenários da época, antes de seus concorrentes, e deixar que elas influenciassem as suas decisões.

Desde então, a definição de Business Intelligence sofreu modificações diretamente ligadas à evolução tecnológica, principalmente ao desenvolvimento do processo de produção e compartilhamento de informações. Muito embora a tecnologia tenha sido crucial para a evolução do termo, analisar e estruturar ações com as informações coletadas continua sendo de suma importância para a inteligência do negócio.

A cada segundo milhares de dados são trocados por todos os habitantes da terra com acesso à internet. A análise dessa montanha de dados criados pelos consumidores virou o grande trunfo na manga de C-levels de todos os ramos de negócios, seja para identificar tendências, antecipar cenários ou entender o que motiva o seu consumidor.

O BI reúne conceitos, métodos e ferramentas de análise de dados que são cruciais para a tomada de decisões em todas as esferas corporativas, e que proveêm insumos para setores como o marketing, CRM e vendas.

O Design Thinking é uma metodologia centrada no usuário, que pode ser usada como uma ferramenta do Business Intelligence para adquirir um conhecimento profundo do usuário do produto ou serviço em questão. As análises, conclusões e soluções extraídas através do Design Thinking auxiliam no planejamento de estratégias que têm o usuário final em seu foco.

Com isso em mente, montamos o e-book Business Intelligence + Design Thinking: uma nova abordagem que explica como o Design Thinking pode ser utilizado para potencializar o BI nas empresas.

Se você ainda não conferiu esse material, é só clicar aqui para baixar gratuitamente.

 

Update or Die: Como Reinventar Negócios Através do Design Thinking 

e-book-update-or-die-blog-mjv.png

“A empresa que não inova inevitavelmente envelhece e deteriora. E em uma era como a que vivemos, de rápidas transformações, o declínio será rápido.” - Peter Drucker, consultor administrativo austríaco, considerado o pai da administração moderna.

A tecnologia e as possibilidades de comunicação e de troca de informações por ela possibilitadas resultaram em um mercado em constante mutação. Os modelos de negócios, produtos, serviços, estratégias de marketing e toda a cadeia de negócio devem acompanhar as demandas e desejos do público-alvo. As peças que compõem o negócio devem ser flexíveis.

A inovação, como vem sendo observado, é a peça-chave que mantém a máquina rodando no mercado.  Observar o mercado no qual a sua empresa está inserida e pensar o negócio de diferentes formas, de acordo com o que é descoberto, é essencial para se manter atualizado e, consequentemente, relevante aos consumidores.

O e-book Update or Die: Como Reinventar Negócios Através do Design Thinking analisa as diferentes formas de inovação, como colocá-las em prática e como o Design Thinking pode ser uma ferramenta poderosa para a inovação corporativa.

Se você ainda não baixou esse conteúdo, você pode encontrá-lo aqui.

Gamificação: Como Potencializar o Engajamento no Contexto Corporativo

whitepaper-gamificacao-como-potencializar-o-engajamento-no-contexto-corporativo-blog-mjv.pngO capital humano de uma organização é o seu maior atributo e ele deve ser explorado. Descobrir e trabalhar as capacidades, conhecimentos e competências de uma equipe requer profissionais engajados para que essas características venham à tona e possam ser aproveitadas em favor da empresa.

Um poderoso método de engajamento é a Gamificação. Ela pode ser definida como o uso das técnicas de jogos para enriquecer contextos diversos, normalmente não relacionados a jogos. E é sobre isso que trata o whitepaper Gamificação: Como Potencializar o Engajamento no Contexto Corporativo

No ambiente corporativo, além de despertar o engajamento, ela também pode ser usada para influenciar desempenhos, resolver problemas, ajudar na familiarização com novas tecnologias, agilização de processos de aprendizagem, treinamentos, gestão da mudança.

Saiba mais sobre como a Gamificação pode fomentar o engajamento em equipes aqui.

 

Gostou do nosso top 3? Você pode acessar esses e outros conteúdos na Biblioteca do nosso site. 

 

Categorias: Design Thinking

biblioteca-site-mjv

Deixe seu comentário

Receba o conteúdo do blog no seu e-mail!