RECEBA O CONTEÚDO DO BLOG NO SEU E-MAIL!

Porque a realidade virtual pode ser útil para o seu negócio

Transformação Digital | Publicado por Time MJV on 28/set/2017 13:53:09

people-2557494_1920.jpg

Inovação e tecnologia estão, cada vez mais, correlacionadas. Tendência crescente no setor de entretenimento, a realidade virtual (ou VR, do inglês virtual reality) é também uma vertente disruptiva importante para o mundo dos negócios, conforme aponta pesquisa da Forbes.  

Esta tecnologia permite que o usuário tenha uma experiência de imersão multissensorial em um ambiente 3D. Com o avanço dos dispositivos de VR, fica mais fácil desligar-se das interferências externas e entrar em um universo totalmente virtual. Embora a sua utilização seja famosa em games e outras formas de entretenimento, também pode ser utilizada para potencializar a inovação nos negócios.

Por meio das ferramentas de realidade virtual, uma empresa pode inserir o seu usuário em um espaço digital que mostre a complexidade do produto ou serviço ofertado, as diferentes etapas de produção, e entre outras soluções.


Realidade virtual, e outras vertentes imersivas, fazem parte da estratégia

É importante não confundir o conceito de realidade aumentada e realidade mista com realidade virtual. Também utilizada em estratégias de inovação em negócios, a realidade aumentada se difere pela inserção de objetos virtuais no mundo real por meio de marcações em determinados ambientes, sem envolver a imersão.

A realidade virtual se caracteriza por recriar ao máximo a sensação de realidade para um indivíduo. Com o uso de equipamentos de VR, uma pessoa é capaz de fazer parte de um ambiente tridimensional, gerado por computador, manipular objetos e até executar uma série de ações enquanto está imersa.

Já a realidade mista é a união das outras duas vertentes. Ou seja, o usuário além de estar imerso em um novo ambiente por meio da visão, também pode usar o tato para interagir com a realidade virtual. Ao tentar tocar em um objeto apresentado por meio de um óculos especial, o usuário interfere no conteúdo, o que torna a experiência ainda mais interativa.


Realidade virtual para engajar o usuário

O engajamento é um elemento chave para construir o sucesso de um negócio. E através de novos mecanismos de inteligência digital, é possível estreitar o relacionamento com o usuário, transformando-o em cliente da marca.

Confira, abaixo, três fatores que contribuem para este tipo de estratégia, proporcionando a imersão de pessoas em ambientes virtuais:

Engajamento multissensorial

Permite que os clientes se envolvam em aprender e utilizar o produto ou serviço oferecido de forma interativa, inserindo-os no centro da ação que acontece no cenário virtual. A estimulação dos sentidos como  tato, visão, audição e até o olfato, são importantes quando o desejo é envolver os clientes na experiência.

Engajamento Intelectual

Para tornar a experiência completa é preciso ir além de gráficos bem construídos. Compartilhar informações relevantes e úteis com os clientes é necessário para que a utilização do VR seja significativa quando, por exemplo, eles aprendem a usar os produtos e soluções da empresa.

Conexão Emocional

Porém, para que a empresa obtenha resultados positivos com a ação é preciso desenvolvê-la com foco na empatia. De acordo com uma pesquisa da Harvard Business Review, construir uma conexão emocional com o seu cliente é tão importante quanto criar ações lógicas que o levem direto à compra. Desse modo, as chances do usuário ser leal e engajado com o seu negócio só tendem a crescer.


Caso você deseje conhecer os cases da MJV em que a inteligência digital foi utilizada, não deixe de conferir este post.

Categorias: Transformação Digital

Nova call-to-action

Deixe seu comentário

Receba o conteúdo do blog no seu e-mail!

Posts recentes