RECEBA O CONTEÚDO DO BLOG NO SEU E-MAIL!

Sua empresa precisa de uma cultura de inovação?

Design Thinking | Publicado por Time MJV on 1/set/2016 18:00:00

Culturadeinovao-1.png 

A inovação está em alta e já sabemos que, para efetivamente implementá-la, as empresas precisam passar por grandes mudanças. Muitos mencionam o termo cultura de inovação, mas você sabe do que se trata efetivamente?

Para começar a falar do assunto, vamos dar um passo atrás e resgatar um dos conceitos de cultura existentes: "[cultura seria] o complexo que inclui conhecimento, crenças, arte, morais, leis, costumes e outras aptidões e hábitos adquiridos pelo homem como membro da sociedade" (Edward Burnett Tylor). Já para entender o que é inovação, podemos partir do conceito usado no livro Design Thinking - Inovação em Negócios:

“[...] processo de recriar modelos de negócio e construir mercados inteiramente novos que vão ao encontro das necessidades humanas não atendidas, sobretudo para selecionar e executar as ideias certas, trazendo-as para o mercado em tempo recorde”.

Você já deve ter percebido onde queremos chegar com isso, não é mesmo? Promover uma cultura de inovação nas empresas é um desafio amplo, que envolve desde a mudança de pensamentos e comportamentos, até a remodelação parcial ou completa de modelos de negócio, equipes, abordagens de vendas e valores organizacionais.

“Por que devo me preocupar com isso?”

Porque, enquanto você lê esse post, algum dos seus concorrentes ou uma nova startup está gerando estratégias e ideias inovadoras para conquistar clientes.

Além de contribuir para a vantagem competitiva, o pensamento inovador pode auxiliar sua empresa a modificar completamente a forma de desenvolver produtos e serviços, tornando-os mais adequados às necessidades dos seus clientes. Ou, ainda, pode inspirar melhorias de processos que muitas vezes mais atrapalham do que ajudam os negócios.

Se você nunca pensou no assunto, pode começar considerando alguns aspectos que vamos tratar a seguir.

Liderança e visão

Já mencionamos anteriormente alguns pensamentos que impedem muitas organizações de dar o primeiro passo na direção da inovação. Muitos deles são provenientes dos principais responsáveis por conduzir esse processo nas empresas: os líderes. É deles que parte a visão que vai direcionar as ações, se espalhar e permear todos os níveis da hierarquia, impactando positiva ou negativamente na cultura e gestão da inovação. E uma boa parcela dessa visão deve extravasar os muros da organização e olhar diretamente para o comportamento e as necessidades dos clientes.

Assim, um dos primeiros passos pode ser detectar quem são as pessoas capazes de estimular a criatividade e a colaboração, e de pensar outras maneiras de fazer as coisas. Ou, ainda, capacitar os gestores para a inovação - desde os níveis hierárquicos mais altos -, fornecendo os conhecimentos e ferramentas apropriados.

Whitepaper Gratuito: Cultura de Inovação

Aprenda como criar uma mentalidade inovadora na sua empresa, romper barreiras e vencer desafios de negócio

Equipes multidisciplinares

Você já experimentou misturar pessoas de diferentes setores para solucionar algum desafio que possa haver na sua empresa? Um dos princípios básicos da inovação é a colaboração. Profissionais com diferentes especialidades - e até mesmo aqueles que costumam ficar “nos bastidores” - podem contribuir com ideias inovadoras e percepções diversas, mas complementares.

Uma boa forma de aproveitar o capital humano da sua empresa é estimular momentos de trocas e, assim, usar a força criativa das pessoas como mola propulsora dos negócios. Além disso, é uma maneira de reconhecer talentos e engajá-los a favor da inovação.

Leia também - 4 atitudes de liderança fundamentais para a criação de uma cultura de inovação na sua empresa

Tecnologia e infraestrutura

Dê uma boa olhada ao seu redor e responda: você acha que sua empresa possui os recursos necessários para inovar? Estamos falando de espaços que estimulam a criatividade e de uma infraestrutura que permita tangibilizar a inovação, isto é, transformar ideias em produtos, serviços ou melhorias reais e viáveis.

Sistemas e aplicações devem ser suporte para a implementação de soluções eficientes, com interfaces claras para os usuários internos (colaboradores) e externos (clientes). É por isso que sua área de Tecnologia da Informação deve estar cada vez mais alinhada aos objetivos e estratégias de negócio da empresa.

Cultura de dados e tomadas de decisão inteligentes

business_analytics.png

Como sua empresa costuma tomar decisões estratégicas? Você e sua equipe costumam basear-se em métricas consistentes para planejar ações? Uma das grandes mudanças que a Era Digital trouxe para os negócios foi a infinidade de números e resultados.

As trocas de organizações entre si e com seus clientes são infinitas, e saber como estruturar e analisar esses dados (uma das ocupações do Business Analytics) pode ser o diferencial para a inovação do seu negócio - e a vantagem em relação à concorrência.

“O que posso fazer agora?”

Se você chegou até aqui, pode ter encontrado um desafio para inovar na sua empresa em algum dos aspectos que tratamos ao longo desse post. Se esse for o caso, saiba que definir corretamente por onde começar é um dos passos fundamentais para implementar uma cultura de inovação consistente.

Por isso, convidamos você a continuar a reflexão com o ebook Update or Die: Como reinventar negócios através do Design Thinking. Esperamos que a leitura auxilie na jornada de inovação em sua empresa. 

Categorias: Design Thinking

Whitepaper - Cultura de Inovação

Deixe seu comentário

Receba o conteúdo do blog no seu e-mail!

Posts recentes