RECEBA O CONTEÚDO DO BLOG NO SEU E-MAIL!

5 pensamentos que inibem a criação da cultura de inovação na sua empresa

Design Thinking | Publicado por Time MJV on 1/abr/2015 8:25:00

SQUARE_5PensamentosComo você viu no post sobre atitudes de liderança que podem contribuir para a criação de uma cultura de inovação, a mentalidade inovadora de uma organização começa na alta hierarquia e se distribui por todos os outros profissionais da empresa.

Hoje, reunimos alguns pensamentos que podem inibir a criação de uma cultura de inovação. Obviamente, existem muitos pensamentos errôneos sobre a inovação, mas estes costumam ser os mais comuns. Veja:

1 - “Não temos capacidade de inovar”

Os líderes que substimam a capacidade de inovar de sua empresa costumam pensar “nossa empresa é grande demais para perder tempo com pequenas ideias”, ou ainda, “nossa empresa é pequena demais para perder tempo reunindo ideias e pensando muito alto”.

Inovar, no entanto, nada tem a ver com o porte ou o poder aquisitivo da empresa. Inovar, entre outras coisas, tem a ver com a capacidade de estimular a criatividade e pensar de outras maneiras de fazer aquilo que já está sendo feito.

2 - “Somos pagos para trazer resultados para o negócio já existente”

Os líderes que pensam assim geralmente estão focados totalmente nas metas de produtividade e vendas, sem se dar conta de que poderiam fazer bem mais em menos tempo e, através da inovação, ganhar mais relevância no mercado.

As empresas mais inovadoras estão sempre abertas a repensar seus modelos de negócios. Elas reconhecem a dinamicidade do mercado, por isso, estão sempre estudando como melhorar seus processos, produtos e serviços.

3 - “Em time que está ganhando não se mexe”

Oxigenar o exercício diário da gestão não está nos planos dos líderes que pensam assim. Como os resultados estão dentro do esperado, eles não se importam se as pessoas estão fazendo um esforço muito grande para atingir seus resultados.

Para estes líderes, ter um turnover alto não é sinal de que algo precisa mudar. Para estes líderes, fazer diferente só vai colocar em risco aquilo que está dando certo. Assim não é possível inovar.

4 - “Inovar custa muito dinheiro”

Este pensamento é típico da liderança que não consegue reconhecer o capital intelectual que a empresa já reúne. Estes líderes, geralmente, não sabem qual a formação de seus subordinados e sequer entendem que as ideias mais disruptivas podem vir dos profissionais que não são especialistas.

Estimular o intercâmbio de ideias e criar condições para que os colaboradores possam contribuir com a empresa normalmente não custa nada. O reconhecimento público e a meritrocracia são excelentes recompensas para as pessoas que ajudam a empresa a inovar.

5 - “Não precisamos de ajuda externa”

Além dos habituais fornecedores, que entregam insumos ou prestam serviços tradicionais, os líderes que assim pensam costumam desprezar a ideia de contratar consultorias especializadas em inovação. Para eles, este é um investimento desnecessário.

Da mesma forma, abrir as portas da empresa para se relacionar com as universidades, as entidades de classe, entre outros, é algo muito trabalhoso e também suscita “perigo”.

Estes líderes não conhecem o valor da inovação aberta. Para eles, o que a empresa tem já lhes basta.

Como está a cultura de inovação na sua empresa? Compartilhe suas experiências conosco, deixando um comentário!

Categorias: Design Thinking

CTA - Ebook Update or Die

Deixe seu comentário

Receba o conteúdo do blog no seu e-mail!

Posts recentes