RECEBA O CONTEÚDO DO BLOG NO SEU E-MAIL!

Conheça o premiado case de inovação em seguros da MJV

Design Thinking, Big Data/Analytics | Publicado por Time MJV on 5/mai/2014 9:30:57

dma awards

Tradução do Segurês é um projeto desenvolvido pela equipe de Inovação da MJV para o Grupo BB Mapfre, que visa à humanização da relação entre seguradora e segurado, apostando na transparência e no estreitamento de laços com seus clientes como um importante diferencial estratégico. Em outubro de 2013, em Chicago, o case venceu, mais uma vez, um importante prêmio: o DMA Awards, levando um ouro na categoria Echo Award e um bronze, na Insurance.

O projeto vem sendo desenvolvido pela MJV desde 2009, inicialmente com a seguradora espanhola Mapfre. Após a formação da joint venture com o Banco do Brasil, o trabalho foi estendido ao Grupo Segurador BB Mapfre. Desde então, o Tradução do Segurês conquistou os seguintes prêmios:

- TOP OF MARKETING ADVB-SP 2011;
- ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA 2011;
- ABEMD 2012.

Objetivos principais do Tradução do Segurês

1) Estabelecer um novo paradigma de comunicação com o segurado;

2) Esclarecer o segurado sobre o que contratou, o que não contratou e o que pode contratar;

3) Estimular o endosso;

4) Emancipar o segurado sobre o seu seguro;

5) Esclarecer o segurado sobre o que fazer diante de problemas;

6) Evitar o uso do papel, colocando em prática o discurso da sustentabilidade.

O trabalho de tradução não propôs apenas a eliminação de termos técnicos do segurês. Para tangibilizar o seguro, foi necessário readequar toda a linguagem utilizada nos materias institucionais, contratos, conteúdos publicitários e de pós-venda, tornando toda a experiência de consulta de informações mais fluída e empática.

Um recurso fundamental à acepção das informações foi a combinação entre textos e imagens, de maneira complementar. Ilustrações e infográficos permitem uma leitura visual, que facilita o entendimento do seguro por meio da associação do conteúdo com referências a ele familiares. Dispondo textos e imagens dentro de uma arquitetura inteligente da informação, a navegação por uma página pessoal tende a ocorrer de maneira cada vez mais intuitiva, com otimização de tempo através do fácil acesso ao conteúdo desejado aliado à clareza da linguagem adotada.

Enquanto o conteúdo textual prima pela adoção de um vocabulário mais simples, a criação dos infográficos parte de modelos visuais consolidados, exigindo menos abstração para o efetivo entendimento das mensagens que se propõem transmitir.

Portanto, ao traduzir a linguagem do segurês, a seguradora facilita o entendimento do público sobre o seu produto, cria maior empatia e abre um canal mais amplo de diálogo, para que as pessoas conheçam melhor as vantagens oferecidas a quem adquire seus seguros.

Como resultado desse trabalho, a seguradora economizou, durante o primeiro ano de projeto, cerca de $ 1milhão. Além disso, evitou-se a emissão de 60 toneladas de CO2 a partir da redução do uso de papel para a comunicação com os clientes.

 

Categorias: Design Thinking, Big Data/Analytics

Livro_Design_Thinking_Inovação_em_Negócios

Deixe seu comentário

Receba o conteúdo do blog no seu e-mail!

Posts recentes